segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Tempo de espera em call centers não poderá passar de um minuto

"Um minuto. Esse será o prazo máximo de espera nos serviços de atendimento ao consumidor, os chamados call centers. A partir de 1º de dezembro, entra em vigor a norma que estabelece o prazo máximo para que o consumidor seja atendido. A portaria foi assinada nesta segunda-feira pelo ministro da Justiça.

A regra vale para serviços regulados pelo governo, caso dos setores de telecomunicações, aviação civil, energia elétrica e água. As exceções são para o setor financeiro (bancos e financeiras), que deverá atender o consumidor em até 45 segundos, e de energia elétrica, contanto que haja uma pane generalizada do sistema de fornecimento. Às segundas-feiras, no quinto dia útil de cada mês e nos dias que antecedem e sucedem feriados, os call centers bancários poderão demorar até 90 segundos para atender o cliente.

A regra vale para todos os setores em que não havia regulamentação específica, ou seja, internet banda larga, transporte aéreo, terrestre e aquaviário de passageiros, planos de saúde, bancos, cooperativas, financeiras e seguradoras. Para telefonia, já existe regulamentação específica: o prazo é de até 10 segundos para o atendimento.

Outra novidade imposta pela portaria é que os serviços de atendimento ao consumidor devem estar disponíveis 24 horas, sete dias por semana, quando o serviço fica disponível 24 horas (como a internet banda larga) ou quando o consumidor pode utilizá-lo a qualquer momento, como os planos de saúde e seguros."

Referência: Wnews

2 comentários:

getram disse...

espero que funcione.
tente camcelar assinatura do provedor oi.
é uma tortura.

Rodrigo Piva disse...

Essa provavelmente será uma daquelas leis que vai ser bonita no papel, mas na prática...
Abraços

Postar um comentário

Gostou do artigo? Então deixe um comentário !!!