terça-feira, 14 de outubro de 2008

Operações apreendem 475 PCs por download ilegal em LAN houses

Operações de combate à pirataria de músicas e filmes fizeram com que 475 computadores de 88 LAN houses do país fossem apreendidos entre janeiro e setembro deste ano, um aumento de 148% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da APCM (Associação Antipirataria Cinema e Música), que monitora a internet para coibir esse tipo de prática.

Dados do Ibope/NetRatings indicam que as LANs são o segundo local preferido pelos internautas para acesso à internet, depois das residências. De acordo com a empresa de pesquisa, o número de pessoas com acesso à rede em locais como telecentros, LANs e escolas chegou a 28 milhões no segundo trimestre deste ano --nesse grupo, a maior parte navega em LANs. Os dados levam em conta internautas a partir de 16 anos de idade.

"A LAN normalmente não tem um grande controle sobre o que o usuário está fazendo. Ele pode estar baixando músicas ou filmes ilegalmente. Um controle maior acabaria inibindo o público deles [das LANs]", afirma Edner Bastos, coordenador de antipirataria na internet da APCM.

Fonte: Folha de São Paulo
Administrar uma Lan House não é tão simples quanto parece. A quantidade delas vem aumentando e a segurança diminuindo. O ideal é aumentar o controle sim, mesmo sabendo que pode inibir o público, já que é a única forma de identificar não só aqueles que fazem downloads ilegais como também identificar invasões e qualquer outro crime através da internet.

Abs.
Wilton Paulo.

2 comentários:

Anônimo disse...

Controle sobre usuários por causa de download de programas, mp3 e filmes? Por causa de licenças?

Sinto muito, mas tenho que discordar de sua opinião uma vez que a nossa lei não classifica como crime o uso de conteúdo licenciado sem a devida licença senão nos casos onde há ganho de dinheiro. É um absurdo, por pressão de outros países, querer empurrar goela abaixo de nossa nação as idéias de propriedade intelectual como são vistas lá fora!

Aqui é o Brasil!

Wilton Paulo da Silva disse...

Olá anônimo,

Entendo o seu ponto de vista e o problema maior não está nem nos direitos autorais, entretanto o que quero dizer é por exemplo, se conseguimos rastrear um invasor de uma empresa, se o mesmo está numa lan-house que não tem identificação dos usuários.

Os prejuízos com a não identificação são incontáveis por isso a minha opinião da existência de um controle maior.

Abs.
Wilton Paulo.

Postar um comentário

Gostou do artigo? Então deixe um comentário !!!